Pivô da suspensão

Também conhecido por “pinos esféricos”

pivô da suspensão silva jardim
O pivô da suspensão é importantíssimo para o correto do funcionamento do sistema de suspensão do carro. A sua função é a de realizar a ligação do chassi e carroceria com o telescópio, manga de eixo e cubo de roda. Durante a aceleração, frenagem e curvas, o pivô da suspensão suporta muito peso e recebe muita força. Ele permite que haja a direção do carro, fazendo com que a coluna gire em seu próprio eixo.

Também conhecido por pinos esféricos, devem ser observados a cada manutenção do veículo, pois caso apresentem folgas, podem até mesmo ocasionar a queda da roda. Caso o pivô quebre, haverá desligamento do cubo de roda e suspensão.

A manutenção do pivô da suspensão deve ser realizada de acordo com o tempo especificado pelo fabricante no manual do veículo, mas caso o condutor trafegue muito em pistas esburacadas, fazendas, pistas não-planas e obstáculos, deve ficar atento e realizar a manutenção em intervalos menores de tempo, já que manobras bruscas e desníveis de pista podem afetar a durabilidade do sistema de suspensão.

Em alguns modelos o pivô da suspensão está soldado junto com a bandeja da suspensão. Neste caso é mais difícil realizar a troca de apenas um pivô, sendo indicado substituir a bandeja inteira.

Atenção com a revisão

É de extrema importância fazer uma revisão preventiva nos componentes a cada 10.000 km. Em geral a suspensão tem em comuns alguns componentes como molas, amortecedores, bandejas, buchas, braços, pivôs, terminais e batentes. Alguns componentes são prejudicados em sua vida útil devido à exposição a características muito mais severas que são encontradas em nossas vias de rodagem.

Embora os projetos sejam padronizados para que sejam cada vez mais reais hoje em dia estes testes já são adaptados para as condições brasileiras.

Atenção aos seguintes aspectos

  • É importante ressaltar que ao trocar molas e amortecedores, nunca trocar um componente isoladamente. Isto porque os componentes vão perdendo a ação com o tempo, a substituição de um só componente causa o desequilíbrio do veículo. Deve-se trocar sempre o par de componentes.
  • Terminais de direção com folga causam desgaste irregular dos pneus, comportamento instável do veículo e folga na direção; além de não permitir o alinhamento.
  • Pivôs danificados causam impossibilidade de alinhamento, roda bamba ou solta, ruído na suspensão e desgaste irregular do pneu.
  • Buchas da suspensão causam impossibilidade de alinhamento, ruídos e comportamento instável do veículo. Somente uma inspeção criteriosa do mecânico determina o que está avariado no sistema de suspensão para substituição ou mesmo para reaperto. Depois de realizado a manutenção da avaria será a execução do serviço de alinhamento.
  • Tão perigoso e arriscado quanto uma falta de freio pode ser um pivô da articulação da suspensão ou terminal de direção com folga. Caso ele se solte, provavelmente, você perderá o controle do carro. Inaceitável assumir um risco para dirigir nesta condição.
  • Folgas das buchas de balanças e braços de articulação devem ser verificadas constantemente, pois desalinham a geometria das rodas, causando desgaste excessivo dos pneus, perdendo a estabilidade.
  • Folgas nas buchas internas da caixa de direção produzem ruídos e baques semelhantes às folgas na suspensão e tão logo sejam notadas, devem ser corrigidas.
  • Vibrações e direção “puxando” indicam a necessidade de alinhamento e/ou balanceamento das rodas.
  • Observe o desgaste dos pneus, se irregular mande efetuar uma checagem no sistema de suspensão.
  • Quando qualquer serviço de suspensão é feito em seu veiculo torna-se obrigatório o alinhamento do veiculo.

Trabalhamos com as seguintes marcas

Assuntos relacionados:
Pivô da suspensão Araruama, Saquarema, Bacaxá, São Pedro da Aldeia, Iguaba e Cabo Frio, Nakata, TRW
Sugestões
Pneus | Amortecedor